“Toda forma de poder é uma forma de morrer por nada” (Engenheiros do Hawaii)

Meu protesto contra o ataque aos barcos de ajuda humanitária
Meu protesto contra qualquer forma de violência



EU PROTESTO!

Quero aqui, deixar meu protesto! Um protesto por escrito; para ser lido, analisado até criticado, mas jamais escarnecido, depreciado, vilipendiado em sua intenção, essência e conteúdo.

Sobre o quê quero protestar?

Quero protestar contra tudo e contra todos.

Quero gritar, vomitar, chorar, expor com todas as letras, a minha raiva, frustração e indignação…

Quero protestar contra os mesquinhos, os descrentes, os indiferentes…

Quero protestar contra os desavisados, os mal intencionados, os descuidados…

Quero protestar contra os preconceituosos, as promessas não cumpridas, as amizades rompidas, os amores desprezados e perdidos…

Quero protestar contra os duros de coração, os falsos, os ignorantes, os aproveitadores, os ladrões da nação…

Quero protestar contra os poderosos que se encontram no topo do mundo, e, assim, pensam que tem o direito de fazer e acontecer; no estranho delírio de suas mentes doentes de se colocarem acima do bem e do mal…

Quero protestar contra os abusados, os dissimulados, aos que nos querem por baixo, aos que só querem nos arrancar um pedaço enquanto tentamos juntar os nossos cacos…

Quero protestar contra os cínicos, os sonsos, os lobos em peles de cordeiro, os demônios com caras de anjos…

Quero protestar contra os conluios, as homenagens prestadas, oferecidas aos que compactuam com o roubo, a dor e o massacre do povo…

Quero protestar contra os aplausos dirigidos aos traficantes, aos assassinos e assaltantes…

Quero protestar contra a falta de ética nas relações, nas políticas publicas, nas delações…

Quero protestar contra os que se deixam convencer, corromper… os semeadores de incertezas, os
ceifadores da vida e da beleza…

Quero protestar contra nós mesmos, pela nossa passividade, falta de perspicácia, bom-senso, amor e confiança, que nos leva ainda a acreditar nas palavras vazias dos atos e discursos imbuídos de boas intenções daqueles destituídos de quaisquer boas intenções; há não ser as que digam respeito ao seu próprio bem estar e consideração, discursos e atos vazios, cujo outro único propósito é nos machucar, provocar e humilhar apenas pelo prazer de achar de que podem fazê-lo…

Quero protestar contra nós mesmos pela nossa ignorância, por muitas vezes nos comportarmos do mesmo modo que tanto criticamos e odiamos…

Quero protestar, enfim, contra mim, pela minha total omissão, falta de coragem e perplexa incompetência que me ata as mãos e acelera o coração e por ainda acreditar apesar de tudo, que seja possível, no futuro, um mundo melhor e mais justo.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: