Homem do poço d’água

Pedro Paulo em dia de festa na aldeia

Banho de rio

Foto: Pedro Paulo Vieira


Senhor branco

Kubein pait[1]

Kayapó[2]?

Txukarramãe?

É a mãe!

Mebêngôkre[3]

De peito aberto

E sorriso largo

Festa na aldeia

Festa nos olhos

Alegria

Força

Beleza

Exaltação

Perdão

I-ma-gi-na-ção

Pele sobre pele

Tinta corante negra de jenipapó

Amante

Mãe natureza

Pra sempre

Viva

Família

Eternamente

A base de tudo



[1] Kubein pait: Tamanduá branco

[2] Kayapó: Exominação que data do início do século XIX tem origem em outros grupos indígenas circunvizinhos desta etnia, Txucarramãe era outra designação dada a esta tribo, designação esta, alías, não bem aceita pelos mesmos. Kayapó significa homens semelhantes aos macacos, em grande medida devido a certos rituais que este grupo realiza; nos quais são utilizadas máscaras de macaco pelos homens.

[3] A autonominação dos chamados kayapó é mebêngôkre que significa literalmente “homens do poço d’água”.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caiap%C3%B3s

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: