“Tudo o que existe neste mundo, existe também no outro” (Rumi)

Algumas pessoas gostam de ver as flores desabrochando, os brotos se abrindo com perfeição. Para outros o prazer  está justamente no fato de todas as partes da rosa se dispersarem e voltarem à sua origem. Dessa forma, alguns desejam que nada reste do amor, da ternura e do afeto, para que possam voltar do lugar de onde vieram; pois todos esses aspectos são como muros; são também a causa da pequenez e da dualidade, enquanto que o outro mundo é a causa da imensidão e da unidade absoluta.

Alguém disse: “Essas palavras não são tão importantes e não têm força.”

Mawlana Rumi disse: “As palavras são importantes para aquele que as conhece.”

“A palavra é nobre para os nobres, a palavra veio do céu, não é um espinho.”


(Fihi-Ma-Fihi, O Livro do Interior; Mawlana Rumi; Edições Dervish)


  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: