Eu canto pra lua a canção que era tua!

(Foto: web)


GATO VADIO


Largado no sofá

A porta aberta de par em par

A luz do poste me alumia

A noite é fria

Eu… as sobras do jantar

Nada a pensar

Sem chances, sem sonhos, amor

Já tenho a minha dor

A noite é fria

Atrás do ser, o que posso fazer

Na mesa, a garrafa de vinho, quase vazia

A taça virada, o cigarro apagado

São fiéis companhias

A noite é fria

Gato sem dono, vadio

Saio a pé pela cidade

Arrastando a minha agonia

A noite é fria

Lamento e curo a solidão

Cantando pra lua a canção

Que era tua

Saiba apenas querida

A noite é fria

Procuro um lugar nos terrenos baldios

Nos becos sombrios

Por cima dos muros

Desligado da ilusão

Ahh… a noite é fria, coração

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: