A irritação dominou a minha tarde de Domingo; tarde de Domingo quente e abatida, sem água e sem luz.

Não estou só. Na sala, está também um cachorro velho que em seu cochilo inquieto talvez esteja a sonhar com ilhas perdidas e arcas cheias de ossos.

No quarto, minha mãe; minha sobrinha e minha filha montam um rosário de histórias que enfeitam as horas ociosas.

A tarde vai passando devagar, deixando-me com a desagradável sensação de que não aproveitei o dia.

Lá fora, chama o vendedor de doces, mas, irritada, ignoro estes detalhes que poderiam me fazer feliz!

 

 

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: